Tags

, , ,

Estudo recente do IPEA sobre a evolução do comércio internacional chinês. Entre outras informações, mostra como a partir das reformas econômicas de Deng Xiaoping, em 1978, houve um aumento considerável do PIB (multiplicou-se por 15 vezes – aumento real de 10% ao ano). O estudo mostra como a pauta sofreu uma grande transformação, saindo da preponderância dos produtos primários para aqueles de maior valor agregado, como maquinaria e manufaturados mais complexos.

Além disso, destaca os principais parceiros comerciais do país e mudanças recentes importantes, como a perda do papel do Japão e dos EUA na exportação dos produtos chineses (a União Europeia é o principal destino, em 2009 e 2010) e o destaque cada vez maior das economias emergentes, como o Brasil,  na pauta de importação da China.

ESTUDO IPEA

Advertisements